1 de julho de 2020

Nutrição do grow

Macro e micronutrientes

Parte imprescindível do cultivo é a nutrição do grow, pois é a partir daí que a planta se desenvolverá. Os nutrientes necessários são divididos em dois tipos: macro e micronutrientes.

Apesar de ambos terem a mesma importância para a planta, a diferença esta na quantidade necessária de cada um. Como o nome já sugere, os macronutrientes são necessários em maior quantidade e consistem em nitrogênio, fósforo e potássio. Já os micronutrientes são fundamentais em menores quantias e dentre eles estão cálcio, magnésio, ferro e cobre.

Manter o grow com os nutrientes balanceados é a chave para evitar problemas como folhas amarelas, manchas escuras, queimaduras nas pontas das folhas e muito mais. Além disso, te ajuda a maximizar a colheita e sabor dos buds.

Apesar de sabermos quais nutrientes a cannabis precisa, existem fertilizantes específicos para cada fase da planta, como vegetativo e floração. Isso ocorre porque a necessidade do jardim varia de acordo com a etapa de desenvolvimento que ele está. Por exemplo, durante o crescimento vegetativo pede mais nitrogênio enquanto na floração a necessidade maior é de fósforo e potássio.

Fertilizantes

Kit Completo Remo Nutrients Supercharger

Por serem indispensáveis para o desenvolvimento e saúde das plantas, é necessário adicionar nutrientes ao longo do ciclo. No caso do cultivo em super solo, a adição destes compostos não é imprescindível, tendo em vista que o solo já tem todos os compostos necessários à nutrição do grow. Porém, se mesmo assim você quiser dar um boost em alguma das etapas, pode optar por pequenas quantias de fertilizantes. Para saber mais sobre o que é um super solo e como fazê-lo em casa acesse o post “Como fazer seu super solo”.

Como os macronutrientes são necessários em maior quantias, os fertilizantes contendo estes compostos são mais concentrados. Inclusive, é por este motivo que costumam vir separados em parte A e B, como o Sensi Grow e Sensi Bloom da Advanced Nutrients. Pois, caso estivessem juntos, poderiam precipitar e impossibilitar o uso. Além dos macronutrientes, você precisará adquirir algum suplemento de micronutrientes, como o da REMO Nutrients

Caso você queira se aventurar fabricando o seu próprio fertilizante, leia o post “Fazendo seu próprio fertilizante”. Por outro lado, se preferir comprá-los opte por começar com metade da concentração recomendada, para avaliar a reação do seu jardim aos componentes adicionados. Quando se trata de fertilizantes, é melhor faltar do que sobrar, pois o excesso de nutrientes queima facilmente as plantas. Além disso, é mais fácil aumentar a dose de fertilizante do que ter que remover o excesso presente no solo.

Controle de pH

Fora os suplementos, também é necessário ter em mãos um medidor de pH, que influencia diretamente na absorção dos nutrientes. Para o cultivo hidropônico, o pH deve estar entre 5,5 e 6,5, enquanto no solo o ideal é entre 6 e 7. Se o pH estiver fora desta faixa, o jardim terá um lockout de nutrientes, ou seja, não absorverá os fertilizantes. Para saber mais acesse o post “Como regular o pH do grow”.

Últimas postagens

Publicidade

Leia Também

ESSE BLOG NÃO É PARA MENORES DE IDADE!!

VOCÊ TEM 18+?